Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \30\UTC 2012

Hoje, dia 30 de junho de 2012 completa-se 10 anos da morte de Francisco Candido Xavier. Cresci em meio a uma miscelânea religiosa: família paterna de evangélicos, materna de espiritas, e estudei todo ensino fundamental e médio em escola católica, com direito a aulas semanais de religião.  Talvez por ter passado minha infância no meio desta confusão de crenças que na minha adolescência passei a negar todas essas religiões. Procurei conhecer o Budismo e também o Kardecismo, ou sessão de mesa, como minha avó chamava, e que era um pouco diferente da sessão que ela e sua família acreditavam. Continuei negando as religiões, me considerava, na época, agnóstica.

Eis então, que há 10 anos, abro o jornal da minha cidade – único que havia na época- e me deparo com uma matéria especial sobre a morte de Chico Xavier. Não me lembro da matéria, mas lembro do que senti quando li o texto que a encerrava. Recortei o texto, que até hoje guardo. O tempo amarelou a folha do jornal, o que fez com a foto de Chico Xavier se tornasse mais bela ainda. O sorriso dele, já velhinho, naquela foto, me cativou, e o texto me emocionou. Passei então a acreditar no espiritismo, mas não como uma religião, e sim como um meio de se propagar o amor. E sempre que me sinto triste, perdida ou desesperançada, pego o recorte de jornal e releio essa mensagem de amor.

 

MENSAGEM DE CHICO XAVIER

“Que Deus não permita que eu perca o ROMANTISMO, mesmo sabendo que as rosas não falam…

Que eu não perca o OTIMISMO, mesmo sabendo que o futuro que nos espera pode não ser tão alegre…

Que eu não perca a VONTADE DE VIVER, mesmo sabendo que a vida é, em muitos momentos, dolorosa…

 

Que eu não perca a vontade de TER GRANDES AMIGOS, mesmo sabendo que, com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas…

Que eu não perca a vontade de AJUDAR AS PESSOAS, mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver, reconhecer e retribuir, esta ajuda…

Que eu não perca o EQUILÍBRIO, mesmo sabendo que inúmeras forças querem que eu caia…

 

Que eu não perca a VONTADE DE AMAR, mesmo sabendo que a pessoa que eu mais amo pode não sentir o mesmo sentimento por mim…

Que eu não perca a LUZ E O BRILHO NO OLHAR, mesmo sabendo que muitas coisas que verei no mundo escurecerão meus olhos…

Que eu não perca a GARRA, mesmo sabendo que a derrota e a perda são dois adversários extremamente perigosos…

 

Que eu não perca a RAZÃO, mesmo sabendo que as tentações da vida são inúmeras e deliciosas…

Que eu não perca o SENTIMENTO DE JUSTIÇA, mesmo sabendo que o prejudicado possa ser eu…

Que eu não perca o meu FORTE ABRAÇO, mesmo sabendo que um dia meus braços estarão fracos…

 

Que eu não perca a BELEZA E A ALEGRIA DE VER, mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos e escorrerão por minha alma…

Que eu não perca o AMOR POR MINHA FAMÍLIA, mesmo sabendo que ela muitas vezes me exigiria esforços incríveis para manter a sua harmonia…

Que eu não perca a vontade de DOAR ESTE ENORME AMOR que existe em meu coração, mesmo sabendo que muitas vezes ele será submetido e até rejeitado…

 

Que eu não perca a vontade de SER GRANDE, mesmo sabendo que o mundo é pequeno…

E acima de tudo…

Que eu jamais me esqueça que Deus me ama infinitamente!

Que um pequeno grão de alegria e esperança dentro de cada um é capaz de mudar e transformar qualquer coisa, pois…
A Vida é construída nos sonhos e concretizada no AMOR!
Francisco Cândido Xavier”
Acredito que a história de Chico Xavier deve ser conhecida, pois independente de religião, mostra um exemplo de superação, disciplina, humildade e bondade. Se quiser saber mais sobre essa alma incrível, aconselho a leitura da biografia “As Vidas De Chico Xavier”, do jornalista Marcelo Souto Maior.

 

Anúncios

Read Full Post »

Older Posts »